Cinema é pura arquitetura

Muitos filmes na história do cinema se destacaram e destacam pela arquitetura dos cenários. Os cenários de produções dirigidas por Stanley Kubrick, como o “Iluminado” estão entre os mais lembrados. Outros filmes de Kubrick onde a arquitetura também foi protagonista no cenário são: 2001 Uma Odisseia no Espaço e Laranja Mecânica.

 A importância dos cenários na sétima arte foi reconhecida em duas séries de ilustrações, chamadas Archiset, Archicine do artista e arquiteto Frederico Babina.  Ele diz: “Através do desenho, eu adentro as salas e ambientes dos filmes na ponta dos pés: toco objetos, olho através das janelas, abro portas” (Frederico Babina)  

O material de Babina explora o interior e exterior de grandes prédios os quais são ícones do cinema provavelmente, e faz lembrar de alguma história. Exemplo, a do filme “Dogville” do cineasta Lars Von Trier. A trama se passa apenas em um tablado e os cenários são marcas de giz, no chão, indicadoras de cada ambiente das “casas”.  Resumo, as cenas acontecem em uma planta desenhada.

Frederico Babina representa perfeitamente a ambientação desse filme que tem tudo a ver com arquitetura.

Archiset e Archicine trazem 15 ilustrações de grandes clássicos do cinema. Confira no link.

Créditos: Super Abril    Link: http://goo.gl/GEW4p1



Cadastre seu e-mail para receber as novidades do portal!

Confira também: