Projeto de reforma traz modernidade e inovação para apartamento antigo

Projeto Henrique Freneda/Foto: Celina Germer

Depois de alguns anos residindo no mesmo apartamento, o casal de moradores resolveu partir para uma reforma. Assim, o designer de interiores Henrique Freneda entrou para o projeto com uma missão: transmitir ao máximo a personalidade animada dos clientes. “Transformei os ambientes abusando da mistura de cores e do mobiliário moderno”, afirma o profissional.

Ao invés de mudar todo o imóvel, os proprietários escolheram renovar apenas as áreas sociais. Com um perfil convidativo, eles requisitaram espaços integrados para que fosse mais agradável receber os amigos e familiares nos finais de semana. Dessa maneira, Freneda derrubou as paredes entre as salas de TV, de jantar e o living. A separação, portanto, ficou por conta da iluminação e dos objetos de decoração.

Resolvido os detalhes essenciais, o próximo passo foi traçar uma estratégia para modernizar um projeto antigo. O desafio, porém, estava em planejar as mudanças sem uma planta original detalhada. Mesmo com muita cautela, o processo não ficou livre de surpresas no caminho. Ao abrir a parede da sala de TV, uma coluna foi descoberta. Como ela não poderia ser removida, Henrique precisou pensar em uma solução criativa e prática: incorporá-la ao design do cômodo. Para isso, o pilar foi engrossado com drywall e ganhou “rasgos” com LED dos quatro lados. No final, o pilar se transformou em uma parte importante da decoração.

 

Coluna encontrada no meio da sala/Foto: Celina Germer

Após estabelecer um conceito aberto, o profissional usou a criatividade nos ambientes. Ao entrar no apartamento, chama atenção o tom cinza azulado escolhido para cobrir as superfícies. Com liberdade para inovar, o profissional elegeu a cor preferida do cliente como tema. “O resultado ficou moderno, alegre e divertido”, conta Henrique.

Entrada do apartamento/Foto: Celina Germer

Além das tonalidades vibrantes, o projeto procurou recriar o universo de um jardim nos mínimos detalhes. O paisagismo, feito por Luciano Zanardo, incluiu vasos de plantas espalhados pelo espaço. Quadros de projetos do paisagista viraram protagonistas das paredes atrás do sofá e perto da porta.

Fotos tiradas de jardins viram obras de arte na decoração/Foto: Celina Germer

O estilo segue na sala de jantar com o lustre remete ao origami de pássaro. A peça artesanal feita em PVC traz autenticidade ao espaço e se torna o ponto principal do décor. O bico e as penas, feitas de cobre, são removíveis e dão sofisticação ao espaço. “Escolhi um item com design inovador que combina com o conceito moderno da reforma”, afirma Freneda.

O revestimento Origami da Castelatto, por sua vez, chama a atenção pela originalidade. Em relevo, o modelo combina perfeitamente com o lustre e ajuda a compor o local. A mesa e as cadeiras, em tons neutros, são responsáveis pelo ar elegante, ao mesmo tempo em que os pés de madeira aquecem o ambiente. Assim, os moradores podem convidar os amigos e familiares para refeições agradáveis.

Sala de jantar/Foto: Celina Germer

O mesmo porcelanato da Roca foi usado em todas as salas para reforçar a ideia de integração. O designer escolheu a cor cimento queimado para dar ainda mais destaque ao mobiliário e às superfícies. Além disso, o estilo clean e industrial do material contribui para a amplitude do cômodo.

Sempre preocupado em evitar desperdícios e gastos desnecessários, Henrique elegeu alguns móveis dos clientes para reformar. Ao invés de comprar novas peças, o designer partiu com a premissa de dar nova cara para as antigas. As cadeiras da sala de jantar e os sofás são exemplos disso.

Sofá já pertencia aos clientes e foi restaurado/Foto: Celina Germer

Já a mobília com apelo emocional recebeu uma nova função. O pequeno armário, herança de família dos proprietários, se transformou em uma funcional e prática adega. Depois de um processo de restauração, que incluiu o tratamento da madeira, os vinhos ganharam um espaço organizado e de fácil acesso. “Gosto de restaurar e mudar as peças, dar uma cara nova, reaproveitar os objetos para, assim, construir algo sustentável”, conta o profissional.

Móvel restaurado para virar uma adega/Foto: Celina Germer

Na varanda, o designer apostou no verde não só nos vasos de plantas, como no mobiliário. As cadeiras e mesas fizeram um bonito contraste com o revestimento azul das superfícies. O relaxamento ficou ainda mais agradável!

Varanda com tons vibrantes/Foto: Celina Germer

A reforma incluiu o lavabo. O cômodo, feito para servir os convidados, adquiriu uma decoração elegante e clean. Nele, o piso e o revestimento foram trocados para combinar com o estilo moderno do restante dos ambientes. Mesmo todo branco, uma das paredes recebeu um produto cimentício da Castelatto em relevo. Os hexágonos dão simetria ao local e fazem uma bonita composição. O espelho redondo, por sua vez, serve tanto para refletir como para ajudar a aumentar o banheiro.

Lavabo com revestimento em relevo/Foto: Celina Germer

Pensando em evitar transtornos, Henrique organizou a obra do início ao fim. No total foram 45 dias entre a troca de piso, revestimentos, instalação da iluminação com trilhos, compra e restauração dos móveis. “As mudanças, feitas pensando na personalidade dos moradores e resultaram em um apartamento moderno e inovador”, finaliza.

 

 

@frenedainteriores

www.frenedainteriores.com.br



Cadastre seu e-mail para receber as novidades do portal!

Confira também: