Me sinto honrada em representar o segmento de Arquitetura Corporativa, no qual atuo há quase 30 anos e poder compartilhar minhas experiências pessoais com você leitor.

Nesse primeiro momento irei tratar de um assunto muito comentando no âmbito residencial, mas pouco abordado no segmento corporativo: A “relação de confiança entre arquiteto e cliente”.

O Arquiteto tem como missão transformar os sonhos de pessoas em realidade. Através do nosso conhecimento e experiências anteriores, somos capazes de materializar os desejos que permeiam o imaginário do cliente em algo palpável, especial, personalizado e inovador, buscando sempre a harmonia entre os espaços.

Já no primeiro contato que temos com o cliente é importante que o mesmo sinta confiança no nosso trabalho para que vocês estabelecem uma relação de empatia.

Em geral as empresas tem uma pessoa ou um comitê responsável pela cultura da empresa, pela criação de inovação e transformação os sonhos dos sócios, diretores e colaboradores em realidade. Desde o primeiro contato é importante entender o DNA da empresa e as expectativas que aquele cliente traz consigo.

A base de um bom projeto é uma relação de transparência na busca dos mesmos objetivos com sinergia e alinhamentos de expectativas. Se fossemos traçar um paralelo com o médico: o paciente precisa ter empatia e sentir confiança no médico que vai atende-lo ou então ele buscará outro profissional.

Durante todo o processo de projeto e obra o Arquiteto deve ser o braço direito e os olhos do cliente. Ele pode ajudar a selecionar a construtora, trazer profissionais especializados e de confiança para complementar o projeto arquitetônico e viabilizar uma obra racional, com custos controlados sem perder qualidade. Nós somos o elo de confiança do cliente e buscamos os mesmos propósitos.

Esse é o inicio de qualquer relação de sucesso. É muito importante que o profissional de Arquitetura mostre-se disposto e disponível a ouvir, observar e compreender seu cliente para depois traduzir seus maiores desejos em realidade com atenção, qualidade e carinho.

Para finalizar nossa conversa de hoje vou parafrasear Manoel de barros: o olho vê, a lembrança revê, e a imaginação transvê. É preciso transver o mundo.

Moema Wertheimer

Desde 1991 especializada na elaboração de projetos de arquitetura, design de interiores e retrofits nos segmentos corporativo, comercial, educacional, hotelaria e saúde. Através de parcerias e consultorias estratégicas oferecemos completa assessoria nos projetos, executando planejamentos estratégicos e gerenciando a construção completa do espaço escolhido até a mudança e ocupação definitiva do novo local, proporcionando ao cliente uma experiência completa.

1 Comentário

  1. Avatar
    Ana Paula Flores Peres Responder

    Sou arquiteta e urbanista. Seu trabalho, é inspirador e atemporal. Resido em Maceió e gostaria de fazer parte do seu time, mesmo que àdistância!
    Parabéns!

Escreva um comentário