Nova edição reúne grandes nomes da arquitetura em ambientes que abordam “o essencial para morar bem”, paralelamente à inauguração do novo showroom e lançamento da coleção de móveis 2021 sob curadoria de Roberto Cimino e Nelson Amorim.

 AArtefacto Beach & Country inaugura a Mostra “O Essencial para Morar Bem” a partir do dia 9 de novembro, com grandes profissionais assinando 12 ambientes: Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli, Andrezza Alencar, Bruno Carvalho, Cybele Barbosa e Erika Queiroz, Debora Aguiar, Denise Barretto, Elaine Kalil e Mauricio Ferre, Ellen Silveira e Dino Vasconcelos, Gilberto Elkis, Olegário de Sá, Rogério e Eleonora Perez, Silvia Bitellli.

 No showroom, a marca apresenta sua nova coleção com mais de 30 novos itens feitos sob medida (indoor/outdoor) e assinados pelo Estúdio Artefacto sob curadoria de Roberto Cimino e Nelson Amorim. “A coleção é inspirada no Modernismo. Apostamos nas formas curvas como conceito que se distribui ao longo de todos os ambientes”, ressaltam. 

Os visitantes também poderão conferir a instalação “Diálogo”, criada pelo artista visual e designer José Marton, do Marton Estúdio. “O projeto narra, por meio do elemento natureza-paisagem e do batimento cardíaco, o momento da criação. Será uma vitrine sensorial e uma instalação digital holográfica imersiva”, antecipa. 

 MOSTRA ARTEFACTO BEACH & COUNTRY 2020 

 Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli 

previous arrow
next arrow
Slider

@negrellieteixeira
Foto: Raphael Briest

Foi a vocação para o desenho que conduziu a paulistana Andrea Teixeira a singrar os mares da arquitetura, seara onde ancorou há mais de duas décadas. A sócia Fernanda Negrelli, também natural de Sampa, teve como referência a mãe paisagista e o pai engenheiro para empreender sua carreira de sucesso. Desde 2005 elas tocam juntas o escritório-grife de onde brotam projetos alicerçados em volumetria, elementos naturais e cores neutras nos mais diversos endereços, seja aqui, no litoral e interior paulista, em Belo Horizonte, São Luís, Porto Alegre, Curitiba, Miami, Londres, Suíça e Itália. Para sua quinta participação na Mostra Artefacto, elas retornam à B&C com uma sala de estar integrada ao jantar, num projeto de 80 m². A proposta foi explorar o crème de la crème da Beach & Country, caso do sofá Maori, do cavalete Manuk e da mesa de jantar Maniang. “Nosso tema foi direcionado para conversar com aquilo que a loja se propõe a vender: móveis e acessórios para uma casa de campo ou de praia – queríamos fazer algo para que o cliente se sentisse fora de SP e cheio de aconchego”, arrematam. 


Andrezza Alencar  

previous arrow
next arrow
Slider

@andrezzaalencar_ 
Foto: Raphael Alencar

Foi a vocação para o desenho que conduziu a paulistana Andrea Teixeira a singrar os mares da arquitetura, seara onde ancorou há mais de duas décadas. A sócia Fernanda Negrelli, também natural de Sampa, teve como referência a mãe paisagista e o pai engenheiro para empreender sua carreira de sucesso. Desde 2005 elas tocam juntas o escritório-grife de onde brotam projetos alicerçados em volumetria, elementos naturais e cores neutras nos mais diversos endereços, seja aqui, no litoral e interior paulista, em Belo Horizonte, São Luís, Porto Alegre, Curitiba, Miami, Londres, Suíça e Itália. Para sua quinta participação na Mostra Artefacto, elas retornam à B&C com uma sala de estar integrada ao jantar, num projeto de 80 m². A proposta foi explorar o crème de la crème da Beach & Country, caso do sofá Maori, do cavalete Manuk e da mesa de jantar Maniang. “Nosso tema foi direcionado para conversar com aquilo que a loja se propõe a vender: móveis e acessórios para uma casa de campo ou de praia – queríamos fazer algo para que o cliente se sentisse fora de SP e cheio de aconchego”, arrematam. 


Bruno Carvalho  

previous arrow
next arrow
Slider

@bruno_carvalho
Foto: Raphael Briest

A julgar pelo nível de conhecimento, pode até não parecer, mas este capixaba cidadão do mundo é autodidata. Artista plástico na origem, Bruno sempre flertou com o universo do design e da decoração, até se jogar de cabeça no ramo, direto e sem escalas, a partir da experiência com ambientações em lojas. As duas décadas de experiência em layouts assinados – tanto aqui quanto lá fora – deram estofo para um repertório repleto de narrativas consistentes e essencialmente pautadas no bem-estar. “Amo a mistura da simetria e formas orgânicas, o masculino e o feminino juntos”, ressalta. Desta vez, ele mesclou ingredientes como cor, vida, movimento e design para entregar um loft de 120 m², com living, jantar e quarto integrado que faz ode ao conforto no showroom Beach & Country. O espaço vibrante e cheio de boas energias destaca as mesas componíveis Marawi, o pufe Mios e a cama Toulon, peças do dream team da grife B&C, além de celebrar sua quarta participação em Mostras Artefacto.  


Cybele Barbosa e Erika Queiroz   

previous arrow
next arrow
Slider

@cybelearquitetura / @erikaqueirozarquitetos  
Foto: Raphael Briest

Pense num encontro de titãs. Uma das grifes do high décor em Brasília, a mineira Cybele quase prestou vestibular para Direito antes da real vocação transparecer e seguir o caminho natural do Design de Interiores. Hoje ela assina propostas arquitetônicas e de interiores em empreendimentos imobiliários e corporativos tanto na Capital Federal quanto em outras praças. Também mineira, natural de Uberaba, Erika nasceu em família de médicos, mas insistiu no sonho até se tornar uma locomotiva da régua e do compasso. Há dez anos tornou-se nome estelar que transbordou da região Centro-Oeste. Baseada em Cuiabá, ela dispara composições sofisticadas e soluções batutas de layouts residenciais e corporativos em todo o território nacional e no exterior. Com a energia da coletividade, pela primeira vez os escritórios assinam collab em ambiente para esta Mostra Beach & Country. “Amamos buscar conforto, bem-estar e praticidade para nossos projetos, eles deixam a casa funcional e ainda mais linda”, revelam. A composição da vez tem 91 m² e foi destrinchada em hall de entrada, quarto de casal, living, escritório e bate-papo onde desfilam o cavalete Manuk, a cama Avila e o sofá Nouvel, as estrelas da B&C. 


Debora Aguiar   

previous arrow
next arrow
Slider

@deboraaguiararquiteta  
Foto: Marcos Antonio

Seu nome é simplesmente uma senha no mercado, usado até como sinônimo do estilo que a consagrou. Formada pela FAU Mackenzie, Debora tornou-se referência ao longo de 25 anos de experiência em projetos residenciais, hotéis, escritórios, restaurantes, corporativos, entre outras escalas, tanto no Brasil quanto na Europa, África, México e Estados Unidos. “O conforto, o aconchego, a luminosidade e a natureza são fundamentais. Dentro de uma consciência própria acredito que sou uma formadora de opinião e cada vez mais aposto em soluções estéticas sustentáveis e que busquem a sofisticação no mix de materiais nobres e rústicos”, diz sobre o conceito dos projetos. A primeira vez que emprestou o seu olhar para as exibições na Artefacto foi em 2004 e, desde então, não parou mais. “É uma mostra séria, que valoriza o profissional e permite liberdade criativa dentro de uma gama de produtos de muita qualidade, design e inovação nos acabamentos”, reforça. Para a Mostra Beach & Country ela compôs um aprazível Family Room integrado ao terraço de 124 m², pensado para o momento atual, onde o essencial do morar bem é a casa como porto seguro da família. Destaque para móveis como o sofá Dubbi, a mesa Jaya e a poltrona Kamari. 


Denise Barretto   

previous arrow
next arrow
Slider

@barrettodenise  
Foto: Raphael Briest

Cultura, personalidade e uso sofisticado da cor são características indissociáveis de seu trabalho. A assinatura elegante da arquiteta persegue a harmonia entre função e estética e está presente na maior parte das capitais brasileiras, e também no mundo – ela entregou mais de 400 projetos para a H.Stern em países como México, Suíça, China, Rússia, entre outros. Com histórico que marca presença nas mostras da Artefacto desde 1995, desta vez Denise conceituou o loft “Tons da Nossa Terra” na Mostra Beach & Country, em que evidencia estrelas do catálogo como o módulo Kondey, o balanço Agantu e a mesa Pantar com uma dinâmica subversiva, artsy, porém muito funcional, numa paleta orgânica repleta de significados. O espaço de 100 m2 se desdobra em lounge, jantar e quarto. “O essencial é o simbolismo permeado nas escolhas, seja de forma conflitante ou harmônica, tons de madeira ultraclara versus escuras carbonizadas e os tons terrosos fazem parte de mensagens de empatia que me interessam”, reforça. A planta distribuída em cruz, os tapetes fluidos, a iluminação geometrizada no teto e a obra do artista contemporâneo Marcelo Kovalev também valorizam a proposta. 


Elaine Kalil e Mauricio Ferre   

previous arrow
next arrow
Slider

@kalilferrepaisagismo  
Foto: Marcos Antonio

A paixão pela natureza com o propósito de levá-la para o mais próximo possível das pessoas é o objetivo semeado pelo escritório Kalil Ferre Paisagismo. O QG da paulistana Elaine – em sociedade com o portenho Mauricio – atua há cinco anos com propostas verdejantes para residenciais, corporativos e hotelaria em São Paulo, Minas Gerais, Recife, Blumenau e Paraguai. “Cada projeto é único e sentimos a obrigação de promover o equilíbrio absoluto entre o homem e o bioma local”, explicam. Eles celebram a quinta incursão na Mostra Beach & Country com rooftop de 175 m², conectado por hall de entrada, cozinha gourmet e lounge a céu aberto. O módulo Bellagio, a mesa Trieste e a poltrona Kalasi, expoentes do selo B&C, ganham posição honrosa no cenário idílico. “A vegetação é nosso destaque, a cada mostra buscamos intensificar o verde e esse ano trouxemos uma proposta de sustentabilidade, por meio da revitalização de plantas já utilizadas na Haddock Lobo. Pretendemos demonstrar que qualquer jardim, sendo bem cuidado, se desenvolve e chega ao seu potencial maior”, arrematam. Ressignificação, consciência, poesia, forma, função e ergonomia – tudo num só gesto. 


Ellen Silveira e Dino Vasconcelos   

previous arrow
next arrow
Slider

@wvsarquitetura  
Foto: Marcos Antonio

A paulistana desde pequena nutriu interesse pela área artística. Ellen tem formação em Marketing e encarou como uma grata surpresa o chamado para uma entrevista com a legendária decoradora Ana Maria Vieira Santos – no ano de 1997 – quando teve contato com o universo dos interiores. Foi lá que conheceu o sócio Dino, antes de abrirem a própria estação de trabalho. O arquiteto, natural de Taubaté, está na ativa desde 1986. Do escritório da dupla, o WVS Arquitetura, brotam projetos com ótimas soluções em marcenarias customizadas que também aproveitam uma mistura bem dosada de revestimentos como papéis de parede, palhas e pedras. Um espaço de convivência com sala de jogos e varanda caprichada de 90 m² marca a estreia deles na Mostra Beach & Country. Por ali a dupla elegeu móveis icônicos do acervo, como a mesa Maru, o baú Lohan e a poltrona/balanço Ipê. “O essencial é estar sempre com quem amamos e que realmente faz a diferença em nossas vidas. Entendemos que a casa precisa ser um lugar acolhedor, confortável e acima de tudo prático em relação à manutenção, e que traduza o nosso jeito de ser e pensar”, definem. 


Gilberto Elkis   

previous arrow
next arrow
Slider

@elkispaisagismo  
Foto: Raphael Briest

Formado no Mackenzie, o arquiteto paulistano está há mais de 30 anos com uma ideia na cabeça, o compasso numa mão e o arado na outra, entregando contornos paisagísticos primorosos – e disputadíssimos – em diversas escalas como residenciais, corporativos, restaurantes, hotéis, espaços públicos tanto no Brasil como nos Estados Unidos, Europa e África. “O meu estilo mistura diversas escolas em que me inspiro – a francesa, a inglesa, a japonesa, a italiana”, revela. Essa grife do segmento esteve presente em todas as edições de Mostra Beach & Country – e por escolha própria – sempre no mesmo lugar. “Adoro essa praça central, que é o pulmão da loja. Um espaço com uma energia muito especial. Para mim é desafiador a cada ano me reinventar e dar uma nova leitura ao mesmo ambiente”, sentencia. O conjunto de 100 m² explora uma densa vegetação tropical que quase nos faz esquecer de estarmos em Sampa. Outro elemento-chave da cena, sempre presente nas obras de Elkis, é a água, que “purifica, limpa, dá tranquilidade e frescor à composição”, que ainda leva a poltrona Maloca, a mesa Zalla e a mesa Lamai – peças selecionadas no acervo B&C. “Para mim, o essencial é ter saúde e qualidade de vida. Acredito que o paisagismo seja uma necessidade do homem contemporâneo, a natureza, sem dúvida, é um antídoto para o estresse da cidade grande. Um jardim é sempre um espaço vivo, em constante renovação”, finaliza. 


Olegário de Sá  

previous arrow
next arrow
Slider

@olegariodesa_arquiteto  
Foto: Raphael Briest

O paulista de Taubaté formou-se em Direito e quase seguiu os passos do pai, um brilhante advogado, mas o amor pela arquitetura falaria muito mais alto. O escritório do profissional está no circuito da alta decoração há 25 anos e materializa projetos residenciais e comerciais como condomínios, hotéis, lojas e escritórios em regiões distintas como São Paulo, Rio de Janeiro, Angola e Miami. “Muita luz natural, bem como a fluidez espacial, a elegância discreta e o minimalismo são elementos estéticos recorrentes no meu repertório”, ressalta. Nome célebre do metiê, Olegário já perdeu a conta de quantas vezes participou da Mostra Beach & Country, mas jamais repetiu a si próprio. Para esta edição, ele concebeu o Gazebo de Fazenda, com atmosfera muito acolhedora que remete à casa de campo. O desenho orgânico conversa com um estilo rústico chique e valoriza os móveis estilosos da B&C, como a poltrona Petrer, a mesa Maniang e a chaise long Berriz. “Nosso ambiente mostra que uma das coisas essenciais para morar bem é estar em contato com a natureza e seus elementos. Esta integração com o morar, além de essencial, é um estilo de vida que traz benefícios e impacta diretamente na qualidade das nossas vidas”. 


Rogério e Eleonora Perez  

previous arrow
next arrow
Slider

@rogerioperezarquitetura  
Foto: Raphael Briest

A arquitetura corre nas veias da família Perez. Rogério sempre teve apreço por construção e estética e desde o vestibular no Mackenzie lá se vão trinta anos de experiência acumulada. A herdeira Eleonora é formada na Belas Artes e cresceu com a referência paterna que determinou sua trajetória profissional. Hoje desenvolve, junto com o pai, os projetos de interiores dos clientes. “Acreditamos que o que caracteriza muito o nosso trabalho é justamente ornar o estético ao funcional, trazendo conforto e praticidade ao ambiente”, revelam. O escritório assina layouts de arquitetura, interiores e paisagismo e também projetos complementares como elétrica e hidráulica por todo o Brasil, Estados Unidos e África. Nesta edição da Mostra Beach & Country eles apostaram em um loft super confortável com brises que fazem a transição entre a sala de jantar e o quarto. O espaço de 110 m² ainda contempla hall, lareira, home theater, adega e banheiro em que reluzem expoentes de primeira classe da B&C, como a cabeceira Trapani, a mesa Makole e a escrivaninha Vell. “Quando pensamos no essencial para morar, pensamos que a pessoa deve se sentir bem, onde quer que ela esteja, sendo assim, unimos o requinte com o acolhimento que os móveis da Beach & Country nos proporcionam, trazendo todo esse conforto ao nosso ambiente”, finalizam. 


Silvia Bitellli  

previous arrow
next arrow
Slider

@silviabitelliarq 
Foto: Raphael Briest

O avô da arquiteta paulistana foi uma das principais influências em sua escolha profissional. Ela trabalha há vinte anos na área e cursou mestrado em História da Arte e MBA em Arquitetura de Luxo, saberes acadêmicos que executa na prática junto com outro talento: decodificar a personalidade dos clientes, quase que invariavelmente aplicando com destaque elementos naturais em atmosfera acolhedora que fizeram dela um nome consagrado em todo o Brasil. Em sua quinta incursão na Mostra Beach & Country, Silvia chancela um ambiente de 82 m² com sala de estar, jantar, quarto e uma área que remete à uma varanda daquelas que todo mundo sonha ter. “O tema essencial para morar bem está completamente interpretado no ambiente por meio do acolhimento que propõe uma experiência aos seus usuários, com as diferentes texturas, do design, da ambientação, dos produtos propostos e da integração com o paisagismo”, reforça. A poltrona Saaru, o aparador Rio e a mesa de cabeceira Nakai são móveis pontas-de lança do selo B&C, que alinhavam a narrativa com charme. E a poltrona suspensa Apuí, outra exclusividade da marca com assinatura de Sergio J Mattos, é quase um oásis dentro do oásis. 


Artefacto Beach & Country  
www.artefacto.com.br
Instagram: @bcartefacto  

 

 

 

Girodecor

Eu, Antonio Baldini, paulistano, com formação em propaganda e marketing, empresário e diretor-geral da agência 427 Design e do portal Girodecor, sempre acreditei que um empreendedor de sucesso é aquele que confia no potencial de suas ideias.

Escreva um comentário